Direção Artística

SÍLVIO CORTEZ

Iniciou os estudos musicais em regime de curso livre em Paços de Ferreira, tendo frequentado posteriormente a Academia de Música de Paredes onde conclui o curso básico, ingressa depois no Conservatório do Porto onde viria a concluir o curso complementar. Conclui com alta classificação o curso superior de Direção Musical (coro e orquestra) no Conservatório Superior de Gaia, onde trabalhou com os Maestros, Manuel Ivo Cruz; Mário Mateus e Gerald Kegelmann. Estudou Técnica Vocal e repertório com a Professora Fernanda Correia e frequentou diversos seminários de expressão corporal orientados pela Professora Jane Davidson. Participou em vários seminários de análise musical e instrumentação sob orientação do professor Álvaro Salazar, participou em cursos de aperfeiçoamento de Direção de orquestra de sopros dirigidos pelo Professor Saúl Silva. Frequentou Master classes de Direção de Orquestra com o Maestro Sergei Stadler, e trabalhou como assistente do Maestro Manuel Ivo Cruz nas óperas «Flauta Mágica» e «Amahl e os visitantes da noite». Nas diferentes áreas da história, teoria, análise e composição teve oportunidade de estudar com Christopher Bochmann, Benoît Gibson, João Pedro Alvarenga, Vanda de Sá, e Rui Vieira Nery. É licenciado em História e Teoria da Música pela Universidade de Évora e atualmente no âmbito académico, encontra-se a realizar o doutoramento na Universidade de Aveiro.

Com as formações corais que dirige e no âmbito de Festivais│Competições realizou concertos em Espanha, França, Itália, Dinamarca, Hungria, Grécia, Noruega e Suíça assim como concertos em Portugal continental e ilhas.

Dirigiu entre 2005 e 2010 o eCOROmia – Coro da Faculdade de Economia do Porto e entre 2004 e 2017 o Ensemble Vocal de Freamunde. Foi diretor artístico do F.I.C.C. – Freamunde International Choir Competition (2010-2016).

Atualmente é professor das disciplinas de coro e História da Cultura e das Artes no Conservatório de Música de Paredes e no Conservatório do Vale do Sousa. Orienta regularmente workshops de direção coral e de Coro-práticas e saberes. Em 2017 foi convidado para participar como júri no 4th International Passion Music Festival Szczecin – Polónia.

Dirige desde a sua fundação, o Coro Feminino CVS (2007) e o Vocal Art Ensemble (2018). É maestro do Coro Académico da Universidade do Minho desde janeiro de 2018.